News

Radix participa do maior festival digital da América Latina e radixiano vence hackathon do evento

Hacking.Rio teve o objetivo de gerar soluções a problemas reais enfrentados na cidade do Rio de Janeiro

Hacking.rio %282%29   coorpera favela 1%c2%ba lugar site

O radixiano Matheus Sartor foi um dos vencedores do Hacking.Rio, maior hackathon da América Latina, que aconteceu entre 9 e 11 de outubro de forma 100% on-line. A maratona de desenvolvimento foi dividida em 15 clusters ligados a diferentes setores e categorias para gerar soluções a problemas reais enfrentados na cidade do Rio de Janeiro.  

Matheus fez parte da equipe CooperAtiva, que conquistou o primeiro lugar do cluster Cooperativismo e um prêmio de R$ 5 mil. A solução desenvolvida pelo grupo se chama Coopera Favela e tem o objetivo de promover negócios e serviços locais em favelas do Rio por meio do cooperativismo, fazendo com que o dinheiro circule no local, criando uma cadeia econômica estável e gerando novas oportunidades para os moradores. O aplicativo conecta vendedores de produtos e serviços, promove trocas, locações e compartilhamento de bens e tem uma moeda virtual, tudo vinculado a um serviço de logística em que todos os moradores da comunidade podem atuar como entregadores.

– Criamos o aplicativo baseado em pilares sólidos do cooperativismo de redes, unindo a democratização da tecnologia com a ambição de criar um meio econômico virtual para as transações realizadas – explica Matheus, estagiário da Radix e estudante de engenharia mecânica na Universidade Federal do Rio de Janeiro.  

Parceira tecnológica e institucional do Hacking.Rio, a Radix foi patrocinadora, enviou palestrantes e incentivou a participação de colaboradores no hackathon, que teve no total 13 radixianos inscritos. A diretora de Gente & Gestão da Radix, Daniella Gallo, e outros cinco colaboradores foram convidados para falar sobre a importância de eventos como este para fazer networking e trocar conhecimento, algo que também incentivou Matheus a se inscrever para esta edição: 

– Eu não sou desenvolvedor profissional, nem nada disso. Me inscrevi para o Hacking.Rio porque eu queria aprender mais sobre a área e porque gosto de pensar em soluções para problemas de modo geral. Mas eu não esperava vencer! O mérito é de todo o grupo, que se manteve unido e apresentou uma sinergia e uma vontade incrível de fazer aquilo dar certo. O trabalho em equipe nos faz produzir coisas que nem imaginamos que conseguimos. Com certeza foi uma grande oportunidade de crescimento – afirma ele. 

O Hacking.Rio é uma idealização do JuntosPelo.Rio, movimento formado por empreendedores e líderes empresariais que buscam criar e potencializar oportunidades de negócio locais através da colaboração, inovação e tecnologia. Ao todo, quase 2.500 pessoas se inscreveram no evento, entre hackers e mentores. A Radix tem orgulho de apoiar, mais uma vez, um evento que fomenta a troca de conhecimento e o desenvolvimento de soluções tecnológicas que podem transformar processos, empresas e o mundo.