News

Radixiana conquista segundo lugar no Uber HACK Rio de Janeiro

Aplicativo que conecta serviços de mototáxis com outras soluções de mobilidade garantiu o pódio

Uber hack site

A Radix esteve presente no Uber HACK Rio de Janeiro, hackathon de mobilidade promovido pela Uber no Brasil. Após cerca de 30 horas de programação, a desenvolvedora da Radix Yasmin Romi conquistou o segundo lugar na maratona.

A radixiana formou um grupo com outros quatro profissionais da área de tecnologia que que estavam inscritos para a maratona. Juntos, eles criaram um aplicativo que conecta serviços de mototáxis com outras soluções de mobilidade, possibilitando que pessoas de comunidades e transitem das suas casas para o asfalto e vice-versa, com segurança e usando um único aplicativo. Como prêmio, a equipe ganhou mil reais de créditos na Uber.

- Fizemos isso pensando em facilitar a locomoção da população de comunidades, onde o acesso de aplicativos de transporte é limitado, para áreas centrais da cidade. Gostaríamos de quebrar as barreiras de mobilidade que a violência criou - afirma Yasmin Romi​.

A maratona de desenvolvimento aconteceu, nos dias 29 e 30 de junho. Além de acontecer no Rio de Janeiro, o Uber Hack teve edições em Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife e São Paulo. O objetivo do desafio é promover soluções de mobilidade para problemas no trânsito em grandes cidades brasileiras.​