News

Radix doa CPUs para curso de engenharia química da Uerj

Iniciativa surgiu após paralisação de laboratório de informática por falta de verba do Estado

Doacao uerj cpu Coordenador da TI da Radix, Rafael Romero, e diretor da Radix, Laurent Lisandre, entregam máquinas a professor André Alberton e alunos da Uerj

A Radix doou oito CPUs para o curso de engenharia química da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). A iniciativa surgiu após a aluna Giovanna Benvenuto entrar em contato com a Radix solicitando um possível apoio tecnológico, já que as turmas estavam aprendendo linguagem de programação no quadro negro, por falta de computadores na faculdade.

De acordo com o professor André Alberton, que ministra as aulas de operações unitárias I, introdução à engenharia química II e aplicações computacionais à engenharia química, as aulas no laboratório de informática foram suspensas uma vez que parte dos computadores disponíveis está quebrada e outra parte não tem recebido manutenção. O motivo seria a falta de verba.

- Desde sua fundação, a Radix mantém um estreito relacionamento com o meio acadêmico, desenvolvendo atividades em parceria com universidades e complementando o ensino oferecido nesses centros. Nos sensibilizamos com o apelo da estudante e com a situação da Uerj e conseguimos disponibilizar oito CPUs  para serem doadas à faculdade - afirma o CEO da Radix, João Chachamovitz.

Com o reforço das novas CPUs, a direção do curso de engenharia química se comprometeu a reabrir o laboratório e a dividir a turma em grupos para todos terem aula nos computadores. A entrega das máquinas aconteceu no último dia 10, no escritório da Radix no Rio de Janeiro. Além de Alberton e Giovanna, o aluno de engenharia química da Uerj Gabriel Sinimbu também veio buscar os processadores.