News

Ic back

15Jun

Compliance officer da Radix participa do "Jogo pela Ética", no Estádio do Morumbi, em São Paulo

Evento reuniu cerca de 20 palestrantes e foi um dos passos para a integração do esporte com a ética​

28904185488 2d2aff4004 o Evento "Jogo pela Ética", em São Paulo

O compliance officer da Radix, Fábio Lopes, participou do evento "Jogo pela Ética", que aconteceu no último sábado (9 de junho) no Estádio do Morumbi, em São Paulo. O evento, organizado pelo Instituto Brasileiro de Direito e Ética Empresarial (IBDEE) e a Legal Ethics e Compliance (LEC), em parceria com o São Paulo Futebol Clube, discutiu casos de corrupção no ambiente esportivo e proporcionou aos participantes situações em que a ética é um elemento importante para a convivência humana.

- O "Jogo pela Ética" foi um dos passos para a integração do esporte com a ética. Inicialmente, o futebol é um esporte atrai todas as classes e idades. Dessa forma, a junção do futebol com a ética serve como um grande mecanismo de transformação social - diz Lopes.

O evento reuniu cerca de 20 palestrantes, como Zetti (ex-goleiro do São Paulo e da seleção brasileira), Mauro Silva (campeão mundial pela seleção brasileira na Copa de 1994), (ex-árbitro FIFA), Mauro Beting (jornalista e comentarista esportivo) e João Zanforlin (advogado desportivista e ex-repórter desportivo). Apesar da presença de nomes consagrados no esporte brasileiro e especialistas no assunto, o evento não discutiu somente sobre compliance relacionado à gestão e competição esportiva. A experiência foi estendida para debates sobre a conduta ética na sociedade como um todo. Assim, Lopes teve a oportunidade de conhecer e trazer novidades do ramo para a Radix.  

- Foi uma grande honra de participar de um evento grandioso e pioneiro no país. A postura ética precisa estar em todos os lugares, seja no meio esportivo, escolar, universitário ou familiar. Precisamos pensar em fazer a coisa certa indiferente do lugar que estamos. Não podemos deixar de citar que vai ser um grande exemplo para as crianças. Elas precisam estar treinadas para terem, desde pequenos, uma atitude correta e não se deixar levar para o caminho errado - finaliza ele. 

Compliance officer da Radix, Fábio Lopes

Compliance officer da Radix, Fábio Lopes