News

Semana de Ciência e Tecnologia contou com palestra de engenheira da Radix

Evento aconteceu no Maranhão e envolveu mais de 150 trabalhos apresentados.

Ciencia e tecnologia radix

O Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema) participou da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, realizada em Timon, apresentando mais de 150 trabalhos a partir dos editais da Fapema e Secti. Como parte da programação, os alunos das várias unidades do Instituto tiveram a oportunidade de participar de um workshop intitulado “1,2,3, pensei”, ministrado pela jovem carioca Alessandra Yoko Portella, engenheira na Radix.

Durante sua palestra, Alessandra Yoko falou da importância de escolher de maneira consciente aquilo que se deseja fazer profissionalmente. “Primeiro eu quis mostrar como a matemática foi de suma importância em minha trajetória. Como ela definiu o que eu iria fazer profissionalmente. E como é superimportante você conhecer e saber o que realmente gosta e deseja fazer, no intuito de evitar frustrações futuras”, afirmou a palestrante.

Ainda em depoimento, Alessandra Yoko explicou um pouco sobre sua escolha e sua profissão. “Eu escolhi a Engenharia de Controle e Automação. Faço projetos, desenvolvo alguns softwares, sempre na busca por conseguir automatizar sistemas mecânicos, químicos, enfim. O que precisar ser automatizado a gente corre atrás para fazer”, comentou.

Para o aluno Rodrigo Alves Marques, do 1° ano, da unidade plena de Axixá, “a palestra foi excelente. Conseguimos enxergar com clareza a vontade que ela empregou em lutar pelos objetivos e ideais que julgou ser a melhor opção de vida”, declarou.

Para finalizar, Alessandra frisou, ao fazer uma avaliação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que ficou extasiada com tudo o que estava vendo. “Foi uma experiência incrível. Eu achei a Semana fascinante, com muita coisa para ver. Estrutura de qualidade”, disse a palestrante, que também teceu comentários a respeito do Iema.

Alessandra afirmou que ainda não conhecia a instituição de ensino e seu propósito. “O Instituto é muito diferente do tipo de educação à qual tive acesso. Acredito que se eu tivesse a oportunidade de ter vivido nesse modelo educacional pedagógico, eu teria o horizonte muito mais aberto. Contudo, sou muito grata por todas as oportunidades que tive e que sei que ainda terei. Fico orgulhosa e feliz por ver uma Semana de Ciência e Tecnologia como esta, além de poder conhecer uma instituição do nível do Iema, que corrobora com o fomento de conhecimento científico. É isso que nossa juventude precisa: gestões que levem a nossa educação a sério. Precisamos do diferente e não do ‘Mais do Mesmo”, afirmou.

O pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Extensão do Iema, Dario Soares, também considerou a participação do Iema extremamente significativa e destacou o quantitativo e qualitativo do Instituto. “Não somente em relação à quantidade de trabalhos apresentados, mas, principalmente, pela qualidade dos trabalhos apresentados que garantiram ao Iema a maioria das primeiras colocações entre pôsteres e mostras científicas. Estamos extremamente felizes e sabedores de nossas responsabilidades em continuar a estimular e apoiar, cada vez mais, a pesquisa e a extensão nas unidades plenas do Iema. Os resultados alcançados representam um combustível a mais para seguirmos firmes em busca da garantia da cultura da iniciação científica no ensino médio profissionalizante do Instituto”, concluiu.