News

OTC Brasil e Rio Pipeline marcam o novo ciclo de investimentos no setor de Óleo & Gás

Projeto de redução no tempo de parada programada no FPSO de Frade, resultando em um retorno de mais de 60 mil barris de petróleo, é apresentado pela Radix e Chevron na conferência.

Otc rio pipeline oleo e gas radix chevron plataforma parada programada

Este ano, pela primeira vez, a Offshore Technology Conference (OTC) e o congresso Rio Pipeline acontecem paralelamente, possibilitando uma discussão mais ampla – desde o midstream até o upstream – e reunindo os principais players nacionais e internacionais no Riocentro, Rio de Janeiro. Ambos os eventos visam debater os desafios para transformar o segmento de óleo e gás do amanhã e marcam o novo ciclo de investimentos para a retomada da indústria petrolífera brasileira.

A OTC Brasil e a Rio Pipeline acontecem às vésperas das duas novas rodadas de leilões do pré-sal da ANP, que serão realizadas no dia seguinte aos eventos, que ocorrem entre os dias 24 e 26 de outubro.

A Radix marcou presença no evento com a apresentação técnica do projeto de parada programada no FPSO de Frade, da Chevron. Ao usar ferramentas Lean Six Sigma, a empresa de engenharia e desenvolvimento de software conseguiu reduzir o tempo da parada programada, resultando em um retorno de mais de 60 mil barris de petróleo. Com o título “Planned shutdown time optimization using Lean Six Sigma”, o trabalho técnico foi apresentado pelos engenheiros Felipe Matos e Tales Pereira, da Radix, junto com Caio Bonini e Daniel Carocha, da Chevron. 

- Reduzir a duração da parada programada foi um dos maiores desafios deste projeto. Tivemos que garantir a eficiência da operação, segurança e qualidade, o que envolveu planejamento estratégico para mitigar riscos e resíduos -, comentou o engenheiro Tales Pereira da Radix.

Como principal objetivo do trabalho, Felipe Matos destaca o uso do Lean Six Sigma. “A ferramenta aliada a boas práticas pode orientar o gerenciamento dessas atividades da parada programada, minimizando o tempo de inatividade e de produção perdida”.  

Radix e Chevron na OTC Brasil e Rio Pipeline.